manter engajamento trabalho remoto

8 dicas para manter uma equipe engajada remotamente

Saber como manter o engajamento no trabalho remoto é uma das principais dúvidas de contratantes que precisarão deixar os colaboradores trabalharem em casa. O Coronavírus (COVID -19) pegou muitas empresas desprevenidas, principalmente aquelas que não tinham o costume do home office. 

No entanto, nos últimos anos, esse é um modelo de trabalho que vem ganhando bastante popularidade e negócios adeptos. Para que você tenha uma ideia, entre os anos de 2017 e 2018, a quantidade de pessoas que exercem suas atividades longe dos escritórios cresceu 51%

Esse crescimento de funcionários se deve à percepção que as empresas estão tendo sobre os benefícios. Além de aumentar a produtividade em até 86%, as organizações conseguem reduzir custos, além de minimizar o turnover dos profissionais, fator que também elimina gastos. 

Mesmo com tantas vantagens, as empresas ainda precisam monitorar o trabalho remoto e manter a motivação e engajamento dos colaboradores. Se você está nessa situação, confira as nossas 8 dicas para saber como lidar com o home office dos seus funcionários. 

1. Estabeleça reuniões e contatos periódicos

O primeiro passo paramanter o engajamento no trabalho remoto é definir dias e horários para fazer reuniões e contatos. Isso é importante tanto para acompanhar o andamento das obrigações quanto para alinhar os processos internos. 

Esse é o mesmo trabalho de gestão de tarefas que é feito pessoalmente, porém com a diferença de ser a distância. O ideal é que conversas e ligações mais rápidas sejam realizadas diariamente, enquanto que os alinhamentos mais gerais e específicos podem ser feitos, por exemplo, uma vez por semana. 

2. Crie estratégias de gamificação 

As estratégias de gamificação no RH são implantadas para potencializar o engajamento e a motivação dos colaboradores. Sabemos que o ser humano é movido por desafios e objetivos, pois, no final, teremos algum tipo de recompensa. Quando esse pensamento é aplicado na gestão de pessoas e metas são criadas, os resultados são melhores, já que a performance do profissional é atiçada. 

Diante disso, para monitorar e manter o bom desempenho no home office, desenvolva ações de gamificação para os projetos. Por exemplo, defina objetivos primários e secundários e sempre acompanhe o andamento das atividades. 

3. Trabalhe com sistemas de avaliação

Avaliar e monitorar o desempenho e a execução de tarefas dos funcionários são inevitáveis. Principalmente quando se precisa manter o engajamento no trabalho remoto, sendo que isso se torna um trabalho mais fácil quando você trabalha com sistemas ou modelos de avaliação. 

Para um RH estratégico e otimizado, os gestores já podem contar, por exemplo, com programas online para essas análises. Essas ferramentas geram questionários conforme as particularidades das atribuições dos profissionais e da empresa. Você define os períodos para preenchimento e prazos para entrega. 

4. Utilize plataformas para gerenciamento de projetos

Além dos sistemas de avaliação de desempenho e andamento de atividades, a empresa precisa ter conhecimento sobre o progresso dos projetos, principalmente se tratando de equipes, já que um profissional depende de outro para dar seguimento a suas tarefas. 

Para isso, a dica é contar com plataformas, como Asana e Trello, que criam demandas e projetos e sinalizam as etapas e os responsáveis por cada uma delas. Dessa forma, a organização avalia a produtividade do colaborador remoto e monitora os processos. 

5. Use a câmera durante as chamadas de vídeo

O home office pode se tornar um modo de trabalhar bastante solitário. Afinal, os profissionais não têm aquele contato com os colegas de equipe, sendo que isso pode gerar uma espécie de tristeza, principalmente para aqueles que não estão habituados a atuar sozinhos.

Além disso, infelizmente, existem profissionais que, por melhor desempenho que apresentem, precisam ser monitorados e cobrados, já que podem cair na procrastinação muito fácil. Então, uma dica para manter o engajamento no trabalho remoto e solucionar esses dois problemas é utilizar câmera durante as conferências. Assim, as pessoas conseguem ver as outras e manter a produtividade. 

6. Enfatize a cultura da empresa 

Mesmo fora do escritório, o colaborador precisa ter em mente os seus direitos e obrigações como funcionário da organização, assim como é importante que sempre se lembre da cultura e das políticas do negócio

Para garantir que ele esteja alinhado aos valores da empresa mesmo a distância, reúna toda a equipe mensalmente para um bate-papo organizacional e entregue informativos e infográficos com as informações sobre a cultura. 

7. Não se esqueça dos feedbacks

Se o profissional in loco precisa de retorno sobre o trabalho que exerce e os seus resultados, imagina o funcionário em home office. Cruze os dados das avaliações e das plataformas de gerenciamento de projetos para avaliar a produtividade do colaborador e deixar claro aquilo que é positivo, mas também o negativo. Isso ajudará tanto na motivação quanto na produtividade. 

8. Marque reuniões informais

Assim como é importante agendar reuniões a distância e ligações para avaliar o trabalho, também é fundamental marcar conversas informais. Todo ser humano precisa desse convívio social, principalmente se tratando do home office, que já é um pouco solitário por si só. 

Portanto, não faça essas reuniões somente para cobrar ou falar de trabalho, busque assuntos mais leves. Essa é uma maneira de manter os profissionais engajados com a empresa, de preservar a socialização e para que eles não sintam que estão sendo vigiados e que não têm a confiança da organização. 

Isso se torna ainda mais importante desde que as autoridades recomendaram o isolamento como forma de evitar a disseminação da COVID-19. Para ajudar ainda mais, tente manter os colaboradores tranquilos sobre a doença, pois podemos ver na mídia que muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre o assunto. O momento é de cuidar da saúde e evitar sair de casa até que tudo esteja sob controle. 

Em tempos de pandemia do coronavírus, manter o engajamento no trabalho remoto é um desafio para empresas e profissionais, principalmente porque a preocupação e a ansiedade com tantas informações são inevitáveis. Então, busque criar uma relação saudável e de confiança com o colaborador. Assim, todos saem ganhando e ficam com a saúde física e mental em dia. 

Viu como é possível contornar esse cenário difícil que estamos passando? Para ajudar outros profissionais, compartilhe as nossas dicas nas suas redes sociais! 

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.