kpis de rh

KPIs de RH: quais profissionais precisam acompanhar?

O setor de Recursos Humanos tem se tornado mais estratégico no decorrer dos anos, se embasando em dados confiáveis para tomar as melhores decisões em relação à gestão do capital humano. Nesse processo, os KPIs de RH passaram a ser ferramentas indispensáveis para observar tendências e mapear a performance.

Esse é um tema que precisa ser constantemente revisitado e, por conta de seu valor, deve fazer parte da rotina do profissional de RH. Por isso, trouxemos neste texto um panorama sobre a importância dos KPIs.

Vamos compartilhar com você os indicadores mais favoráveis para a gestão de pessoas acompanhar. Além disso, vamos mostrar quais benefícios sua organização experimenta ao apostar nesse recurso. Continue a leitura e confira!

O que são KPIs e por que são importantes?

Quando falamos de KPIs de RH,estamos falando de Key Performance Indicators, que são indicadores-chave para monitorar a performance do departamento. Por mais que esse termo seja usado como sinônimo de métricas, existe uma diferença central entre as duas ferramentas.

Enquanto métricas são qualquer dado levantado sobre algum aspecto do setor, os KPIs são números que têm uma relevância superior e podem realmente ser considerados fundamentais para entender o sucesso das iniciativas de RH. Podemos dizer que os KPIs são as métricas indispensáveis que você não pode deixar de observar.

Atualmente, a gestão de pessoas nas empresas — assim como outras em áreas — precisa ser orientada a dados. Isso porque a volatilidade do mercado exige uma visão muito mais embasada do cenário corporativo, além de rapidez na tomada de decisões. Quem realiza ações sem dados sólidos como norte dificilmente consegue resultados satisfatórios para manter o negócio competitivo.

Por isso, você não apenas deve usar KPIs de RH como também saber escolher os melhores e mais adequados entre os diversos indicadores possíveis. Eles devem oferecer as respostas de que você precisa, do contrário, são apenas métricas de vaidade. Para escolher indicadores assertivos, considere seu plano de ação, suas metas e as variáveis dos processos envolvidos.

Quais os principais KPIs de RH que seu setor deve acompanhar?

Para ajudar você a começar a estabelecer seus KPIs de RH, selecionamos alguns dos mais usados pelas empresas do País. A pesquisa da Catho descobriu os cinco indicadores mais usados pelos profissionais de Recursos Humanos do Brasil no ano de 2019. Falaremos deles abaixo. Veja só.

Turnover

A taxa deturnover foi observada por 68,88% dos entrevistados pela pesquisa Catho, mostrando uma real preocupação das empresas com a rotatividade de profissionais. Os motivos para considerar essa um dos KPIs de RH mais importantes é claro: o turnover demonstra problemas na saúde corporativa e ainda gera custos altos que não cabem no orçamento em um período de crise.

Além de perder bons talentos e deixar equipes desfalcadas durante um novo recrutamento, a empresa precisar arcar com custos da rescisão e do processo seletivo. Uma alta no indicador de turnover também pode significar uma insatisfação dos colaboradores com o ambiente, com a liderança ou com as condições de trabalho.

Por isso, é essencial que uma investigação mais profunda seja feita para identificar as causas da rotatividade e criar uma estratégia sólida para a retenção de talentos.

Absenteísmo

Os níveis de absenteísmo ficaram em segundo lugar na nossa pesquisa. Esse KPI de RH observa as ausências dos colaboradores de seus postos de trabalho. São consideradas faltas (justificadas ou não), licenças, atrasos frequentes e até mesmo saídas antecipadas.

O interesse em observar ausências não está apenas na cobrança pelas lacunas de produtividades que podem surgir. Por mais que esse fator importe, é fundamental saber o que está por trás desse absenteísmo.

Se muitos profissionais estão constantemente de licença médica, pode ser necessário rever a política de segurança e de ergonomia da empresa. Já se colaboradores de uma mesma equipe faltam e se atrasam, o motivo pode estar na liderança do time, no estresse ou no desânimo.

Confiança do colaborador

A relação entre marca empregadora e colaboradores é constantemente colocada à prova. Ter um indicador que mensure o nível de confiança dos funcionários também é importante para entender como a organização está sendo vista, afinal, isso vai impactar a produtividade, o engajamento e até mesmo a retenção de pessoas.

Esse KPI foi o terceiro escolhido na pesquisa, sendo observado por 49,90% dos entrevistados. Para mensurar esse sentimento abstrato, é possível usar ferramentas como as pesquisas de satisfação NPS-e.

SLA de contratação

A qualidade e a velocidade do recrutamento são mais uma métrica que você não pode deixar de lado. O SLA de contratação considera o Service Level Agreement e observa se o RH está realmente entregando o prometido aos gestores em relação ao preenchimento das vagas em aberto.

Se essa métrica não está com número satisfatórios, é necessário rever os processos para aprimorar e padronizar o recrutamento. Sabemos que tempo é um bem valioso nas empresas e por isso a gestão de pessoas precisa contar com as ferramentas certas para otimizar os processos seletivos e garantir a melhor contratação no menor tempo possível.

Percentual de capacitação

O último indicador mais votado na pesquisa da Catho foi o de percentual de capacitação. 35,2% dos entrevistados demonstraram necessidade de entender como vai o desenvolvimento dos colaboradores. Esse índice observa se as iniciativas de treinamento estão sendo acatadas pelo público-alvo e se estão produzindo resultados no desempenho dos profissionais.

Desenvolver os colaboradores é realmente uma preocupação do RH estratégico. Tanto que 68,21% dos entrevistados pela Catho informaram que vão investir em treinamento de pessoas durante 2020.

Existem ainda outros indicadores que seu RH pode acompanhar, como presenteísmo, custo de rotação, produtividade e satisfação de funcionários. Mais do que definir, é preciso saber como cada um deles vai ajudar sua equipe a formular um plano de ação para aprimorar o trabalho do setor.

É claro que a escolha dos KPIs de RH é particular do contexto de cada organização. No entanto, esperamos que este artigo tenha ajudado você a compreender a importância de observar indicadores. Além disso, saber quais são os Key Performance Indicators mais utilizados pelas empresas do Brasil pode ser um bom norte para iniciar sua própria estratégia.

Que tal descobrir mais um importante indicador para o setor de Recursos Humanos? Veja em outro artigo que separamos como funciona o cálculo do ROI e como você pode aumentá-lo no RH. Boa leitura!

Assine a nossa newsletter e tenha em mãos as novidades mais relevantes sobre RH!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.